sábado, 9 de fevereiro de 2008

Pós - Doença

Todos os que foram atingidos pela doença, devem sentir esta dura realidade. Por este facto, decidi partilhar este artigo interessante:
Publicado no Correio da Manhã do dia 1 Julho de 2007.


PÓS-DOENÇA «RETOMAR A VIDA NORMAL A CUSTO»


*Doentes sentem falta de ajuda após recuperação.
*Muitos dos que venceram o cancro sentem que só têm o apoio necessário junto dos que viveram a doença.

Superar o cancro já foi mais difícil, mas apoio de especialistas ainda é essencial.

Sobreviver com mais dignidade é o pedido feito por muitos doentes que conseguem vencer o cancro. Forçados a viver com o fantasma da doença, sentem medo do seu regresso, ansiedade e tristeza, sentimentos que - contam os que libertam o organismo da doença - deviam ser combatidos com acompanhamento psicológico.
"É importante este apoio, mas nem sempre está disponivel" avança Liliana Braguez, sobrevivente de cancro da mama. "Por vezes só a possibilidade de falar com alguém que experenciou o mesmo é suficiente para ajudar".
O regresso à vida normal não é fácil.As consequências fazem-se sentir também no plano laboral.Segundo uma sondagem da Federação Espanhola de Cancro da Mama,40 por cento das afectadas abandona o emprego e 35 por cento reconhece problemas no desempenho das funções.
Por outro lado, é consensual que hábitos alimentares mais saudáveis permitiriam evitar até um terço das mortes de pacientes oncológicos. O menu ideal para um sobrevivente não é muito diferente do dirigido a quem quer manter-se saudável.
Exclui álcool e cigarros, reduz a carne vermelha e gorduras (sobretudo as saturadas) e privilegia peixe, fruta, verduras e alimentos ricos em fibras.

"Vida a dois"
As relações sexuais tendem a desaparecer, fruto do impacto emocional associado ao diagnóstico e às sequelas do tratamento.
E, ultrapassada a doença, recuperar o tempo perdido não é fácil.
Por isso, dizem os especialistas, é importante ajuda profissional, capaz de esclarecer dúvidas e de aconselhar, pois o silêncio é o pior inimigo.

Cancro da Mama
Associação das Mulheres Mastectomizadas-Ame e Viva a Vida, Rua do Desterro
Hospital do Desterro, em Lisboa. Telefone:969628996.
E-mail:amm_amevivavida@wall.com

Apoio e Divulgação
Liga Portuguesa contra o Cancro está disponivel na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro nº 57-3º F, em Lisboa. Telefone: 217 221 810.
Site: www.ligacontraocancro.pt

5 comentários:

Anónimo disse...

Ola, Alda , estamos tão perto e tão longe ao mesmo tempo.Sem duvida que o medo e a ansiedade são sentimentos que apos me ter sido detectada a doença tem sido muito dificil de conviver com eles , porque qq. coisa que aparece qq dor diferente fico logo a contar de 100 para cima e isto para não falar dos dias que antecedem as consultas. É pena é que os grupos de ajuda so existem nos grandes centros, eu sinto agora a necessidade de falar sobre o assunto de trocar experiencias com outras mulheres que passaram pelo mesmo. Lugares onde podesse haver apoio tambem para quem está ao nosso redor, o meu pequenote agora é que está a dar sinal de tudo o que passou e como nada existe vou particularmente para uma psicolga com ele.
Em fim tento meter os meus medos para tras das costas, mas infelizmente existem dias que são muito dificeis de passar.

Beijos grandes para ti e para o ze manel.
Guadalupe

Alda disse...

Olá Guadalupe, verdade, tão perto e tão longe! Temos que nos ver um dia destes.
Eu também sinto a necessidade de falar sobre a doença, dos medos e incertezas, e é tão gratificante falar com alguém que nos compreende, e sabe o que estamos a sentir nós e a nossa familia, porque eles quase que sofrem tanto como nós.
Aproveita para desabafares com a psicologa.
Se presisares falar eu estou à tua disposição, e se te puder ajudar... já sabes que podes contar comigo.
Beijinhos meus, e do Zé Manel.

Nela disse...

Mensagem importante, Alda!
Beijinhos

lucinda maria disse...

A mensagem é muito importante Alda, mas tens andado um bocadinho fujida.É falta de inspiração?...........Estou a brincar. Um feliz fim de semana, com muito amor e descanso.Bjs Cinda

lia disse...

Boa mensagem Alda!
Um bom fim de semana!
Beijokinhas