domingo, 31 de outubro de 2010

Notícia no Expresso, vinho "Rosa Esperança"...


Quatro mulheres morrem por dia, em Portugal, vítimas de cancro da mama. Hoje, 30 de outubro, é o dia em que se assinala a luta contra esta doença e o movimento "Rosa Esperança" decidiu fazê-lo de uma forma original: vai lançar um vinho. As receitas revertem totalmente a favor do movimento, que põe em palco a vida de quem atravessou a doença.

O movimento "Rosa Esperança" nasceu de uma parceria com a grupo de artistas "Quem não tem cão" para promover uma peça de teatro onde a luta contra o cancro da mama é a personagem principal. Sete mulheres que venceram a doença e trinta figurantes, todos amadores, têm levado a peça a diferentes pontos do país desde há um ano.

Rui Germano, encenador, explica o objetivo: "Queremos dar esperança, passar informação de uma forma descontraída e devolver a auto-estima às mulheres". O encenador conta que, depois da peça, assistência e "atrizes" conversam sobre o cancro da mama, trocam experiências e desfazem dúvidas, num ambiente informal.
Mil garrafas

Com o recurso às redes sociais na internet e aos blogues, os membros da "Rosa Esperança" foram espalhando a notícia e enchendo as salas de teatro. "Quando nos começámos a aperceber da dimensão que este projeto tinha, surgiu a ideia de ampliar a peça de teatro para um movimento mais alargado", explica Rui Germano. Assim, nasceu a parceria com as caves Ermelinda Freitas e a criação do vinho com o rótulo alusivo ao movimento, desenhado por Paal Myhre.
O vinho "Rosa Esperança" terá uma edição limitada de mil garrafas, com o preço de dez euros por unidade. As receitas reverterão, na totalidade, para este movimento de luta contra o cancro da mama e serão aplicadas, numa primeira fase, no espetáculo de teatro itinerante que promovem. Mais tarde, a verba sobrante destinar-se-á a outras iniciativas do movimento "Rosa Esperança" ou será doado a associações com objetivos semelhantes.

O lançamento do vinho é hoje, às 18:00 no Bairro Alto Hotel. Quanto ao regresso aos palcos do movimento "Rosa Esperança" é já para semana, dia 6 de novembro, no Grande Auditório das Caldas da Rainha.

1 comentário:

Cinda disse...

Gosto particularmente deste esclarecimento ao público em geral. Estão assim dissipadas as dúvidas quanto ao emprego da receita resultante da venda do vinho, o que normalmente as pessoas questionam.
Aldinha, não tiraram foto com a D. Ermelinda Freitas? Teria sido muito bom para a projecção de Rosa Esperança.
~Beijocas.