segunda-feira, 26 de maio de 2008

Diário de um cão!



A minha cadela Dika foi abandonada! Foi acolhida num canil no Entroncamento!
Ninguém a queria apesar de ser muito bonita, porque estava ferida nas pernas e nas patas com uma doença de pele, e tinha sido muito mal tratada.

Veio para nossa casa, tratamos dela com muito carinho, foi medicada durante muito tempo, e foi muito difícil a cura... Quando saía-mos, e se estávamos um dia fora de casa quando chegávamos já estava toda mordida. Ficava nervosa quando não nos via! Não desistimos de a tratar, e passados muitos meses curou-se.

Ganhámos uma grande amiga!!! Tem uma paixão por nós.
Teve 6 filhotes, demos 5 e ficámos com o Luki.
Foi operada à dois anos à barriga! Agora surgiu um nódulo na mama, um sopro no coração, e artroses na anca! Dia a dia tem vindo a piorar. Hoje quando cheguei a casa, vi que estava muito mal, penso que terá poucas horas de vida.
Estou muito triste! Só não queria que ela sofresse...

13 comentários:

Platero disse...

Olá Alda

Sei como é doloroso ver os nossos amigos sofrerem e muitas vezes não podermos fazer nada.

Da última vez que saí do hospital, tinha o meu cão o Mômô doente, e esperou que eu saisse para descansar.

Pensa que tens tido uma companheira fiel e lembra-te sempre dos bons momentos

Um abraço

Alda disse...

Olá Platero
A minha Dika já partiu! Antes de ir deitar-me ainda fui vê-la, chamei-a e com muita dificuldade mexeu a cabeça. Hoje de manhã quando acordei fui logo vê-la, e já estava a dormir o sono eterno.
O filho dela o Luki quando me viu parecia doido a avisar-me, foi impressionante! Ele vai sentir muito a falta dela, e nós também.

Obrigado pelo apoio!
Um abraço

MARILU disse...

Como eu te compreendo minha amiga faz em Outubro dois anos que a minha Zira morreu de parto tinha treze anos era uma boxer linda e meiguinha adorava os meus netos e muito inteligente, chorei muito quando ela morreu deixou três filhotes que eu andava a criar a biberon mas morreram, ainda estiveram internados na clinica onde morreu a mãe mas não resultou.
Compramos outra igual mas só por fora embora eu também goste muito dela, os cães são muito nossos amigos e sentem quando estamos doentes, o meu marido nem gosta de sair para longe por causa dos cães está sempre preocupado. Desculpa o desabafo mas eu gosto muito de animais Beijinhos amiga.

Anónimo disse...

Ao longo da vida perdemos amigos de quem gostamos muito e estes, o cão, são mesmo verdadeiros amigos.
Força, não substitui mas tem o Luki que vai ser um novo companheiro.

Bjinho grande.
Anabela

Loulou disse...

Querida Alda, sinto muito pela tua cadela. Será outra estrela a olhar por ti. É família também!
Adoro cães, tenho um com 15 anos, o Max. Está em Luanda. Já tá muito velhote, e não páro de pensar como será quando ele partir... faz parte da família...

Grande beijoca

Gatapininha disse...

Sinto muito Alda, os animais para mim sempre fizeram parte da familia. Sei como custa ve-los partir.
Jokas
Sandra

IsaLenca disse...

Pois é Alda. é muito triste ver os nossos amigos de 4 patas a ficarem doentes e a partirem. A minha Serra da estrela Jolie ficou doente, muito doente e ao fim de 1 mês tivémos mesmo de chamar o médico lá a casa para a por a adormecer. Estava a sofrer e não havia nada que pudessemos fazer. Tinha 14 anos.
Agora tenho outro Serra, o Sansão, já fez um ano, mas tive mesmo de o arranjar porque o meu outro cão - o Guapo, estava muito triste e não nos largava (eles sentem e muito). Não substitui mas agora já é também a alegria lá do quintal, do Guapo e dos meus filhos- hoje o meu filho ficou furioso, por sinal, porque o banco da bicicleta ficou todo destruído. Está na fase do roi tudo- não há plásticos, pvc, plantas, que resistam. Mas, mais um anito e passa.

laura disse...

*****

A maluca da minha Doli, uma labrador retriever, preta, de 12 anos, continua a correr e a brincar,nem parece velha. Mas está com um feitio mesmo aborrecido, tem a mania que é cão de guarda e ladra às pessoas que passam na rua e a quem vem cá a casa.
Mas eu gosto muito dela.
Bjs.
laura

lia disse...

Olá Aldinha,
imagino como te deves estar a sentir!Fazem parte da família...né verdade?A tua fiel companheira...agora descansa...mas custa muito vê-los partir!
Beijinhos amiga,fica bem.

Alda disse...

Obrigado pelo apoio!
Só quem gosta de animais, entende os nossos sentimentos.
Beijinhos

Cristina J. disse...

Sinto muito Alda.
Como dizes, só quem cria laços de afecto com os animais entende estas perdas.

Mas tens o filhote, que não substituindo, ajuda-vos e precisa também de vocês.

Bjinhos grandes

Querubim disse...

Sei o que sentes...o Doggy de um dia para o outro o sopro deu cabo dele...andava sempre vigiado e medicamentado num sabado foi ao Vet porque respirou mal durante a noite e no dia seguinte tava em casa da minha mãe só nós duas e em poucos minutos ele se foi, ainda choro quando conto isto porque gritei e chorei tanto de dôr que o continuar dos dias e meses fiquei com uma depressão onde ainda estou medicada mas porque outras coisas foram acontecendo e ainda não pude deixar a medicação...foram 15 anos de dedicação total o meu MAIOR AMIGO!!!!!!!!!
Lamento Alda...
´Beijinhos
Lina

Isa disse...

olá alda, não tinha visto este pos, sinto muito.beijinhos